O IBGE apoiando o combate à
COVID19

Trabalho Desocupação, renda, afastamentos, trabalho remoto e outros efeitos da pandemia no trabalho

UNIDADES FEDERATIVAS

julho 2020

*Coloque o cursor do mouse sobre a UF desejada para ver detalhes.

SUBUTILIZAÇÃO DA FORÇA DE TRABALHO

14,3 %

de taxa de desocupação

entre 23/08 e 29/08/2020

16,8 milhões

de pessoas não procuraram trabalho por conta da pandemia ou por falta de trabalho na localidade

entre 23/08 e 29/08/2020

Proporção de pessoas que não procuraram trabalho por conta da pandemia ou por falta de trabalho na localidade

julho 2020

não procuraram trabalho por conta da pandemia ou por falta de trabalho na localidade

OCUPAÇÃO

Pessoas ocupadas

julho 2020

AFASTAMENTO DO TRABALHO (DEVIDO AO DISTANCIAMENTO SOCIAL)

3,6 milhões

de pessoas afastadas do trabalho devido ao distanciamento social

entre 23/08 e 29/08/2020

A maior proporção de pessoas afastadas do trabalho devido ao distanciamento social é a de Empregados do setor público sem carteira assinada.

julho 2020

estão afastados do trabalho devido ao distanciamento social

3,2 milhões

de pessoas ocupadas e afastadas deixaram de receber remuneração

julho 2020

TRABALHO REMOTO

8,3 milhões

de pessoas trabalhando remotamente

entre 23/08 e 29/08/2020

O nível de instrução com a maior proporção de pessoas em trabalho remoto foi: Pessoas com Superior completo ou Pós-graduação.

julho 2020

estão em trabalho remoto

AUXÍLIO EMERGENCIAL

julho 2020

*Coloque o cursor do mouse sobre a UF desejada para ver detalhes.

HORAS TRABALHADAS

32,2 horas

foi o número médio de horas efetivamente trabalhadas

julho 2020

RENDIMENTO

30,1 %

das pessoas ocupadas tiveram rendimento menor do que o normalmente recebido

julho 2020